A Pousada Rio da Prata

A Pousada


A Pousada Rio da Prata é um refúgio de tranqüilidade, privacidade e romantismo a apenas alguns quilômetros do centro de Blumenau, na Localidade Nova Russia. Com 8,6 Hectares a Pousada tem 8 Hectares de mata Preservada, onde fica nossa Trilha Fria.
O nome da pousada originou-se do rio que transportava o minério no inicio do século XX, quando a região sofreu forte exploração madeireira e mineral. Com o tempo, a exploração foi cessada e deu lugar à preservação da Mata Atlântica, restaurando assim a beleza natural deste santuário.
Hospedar-se aqui é desfrutar da experiência de recolher-se a um ambiente de extrema beleza natural, ao som da natureza, com uma visão deslumbrante do céu e da mata e com um serviço familiar e acolhedor.



História


Em 1993 o casal Sr. Mario Pavesi e Sra Marcia Maas Pavesi resolveram comprar um terreno grande na localidade Nova Russia, no extremo sul de Blumenau/SC.
Uns 6 anos depois surgiu a idéia de criar uma Pousada, pois almejavam morar junto a natureza para fugir do estresse do centro onde tinham uma fabrica de moveis.
Como o local estava um pouco difamado, pois era uma localidade com muita pratica de caça e despejo de lixo nos rios e mata, surgiu então a brilhante idéia de criar uma ONG, Sr. Mario Então convidou um certo numero de moradores, donos de sítios e afins para criar a ONG Nova Russia Preservada.
Chegou então o momento certo para montar a Pousada Rio da Prata, onde o nome teve origem do Rio da Prata que corta a propriedade , Com suas habilidades com madeira, uma família unida e um funcionário braço direito vindo da fabrica, fizeram com suas próprias mãos as construções.
Uma Pousada com consciência eco ambiental, com 8 hectares de mata preservada e apenas com 600m2 de área construída.



Parque Nacional da Serra do Itajaí


O Parque Nacional da Serra do Itajaí é uma linda área de preservação que foi criad em 2004 e protege aproximadamente 57 mil hectares de florestas, em sua maioria em avançado estágio de regeneração, preservando a maior área contínua de Mata Atlântica do Estado envolvendo nove municípios catarinenses: Apiúna, Ascurra, Blumenau, Botuverá, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Presidente Nereu e Vidal Ramos.
A Unidade de Conservação federal insere-se em uma das mais belas regiões de Santa Catarina. O chamado Vale Europeu
Atualmente a principal área de uso público é o Setor Nascentes, a visitação é permitida mediante prévia autorização e é restrita ao horário das 8h00 às 16h30, de terça a domingo. Horários diferenciados poderão ser autorizados para palestras ou para acesso a trilhas de longo percurso, Se destacam duas trilhas:
Trilha do Morro do Sapo: possui extensão aproximada de 4 km e é considerada de alta dificuldade, com duração de até 4 horas de caminhada, conduzindo a dois mirantes instalados a quase 800m de altitude, com ampla visão da floresta.
Trilha da Chuva: A caminhada de até 3 horas exige diversas travessias do Ribeirão Garcia Pequeno, com especial destaque para a contemplação de uma árvore símbolo na região, a canela-preta (Ocotea catharinenses). A extensão da trilha e de 2,7 km e inclui trechos íngremes.



Nova Rússia


A Nova Rússia é uma região com ricas características históricas, geográficas e econômicas, localizada no Vale do Ribeirão Garcia, no bairro Progresso, ao sul de Blumenau, no entorno do Parque Nacional da Serra do Itajaí, com 88 km² de área total, ou seja, 16% da área total do município.
A região foi colonizada por imigrantes alemães e prussianos (originando o nome do local) que tentavam viver de caça e da agricultura de subsistência, mas devido ao relevo acidentado, impróprio para o cultivo, não despertava o interesse dos colonizadores que começaram a aproveitar a floresta como fonte fornecedora de madeira para os engenhos da cidade, exploravam o palmito comercializando para as fábricas de conservas da região e também, continuavam a praticar a caça. Com a descoberta de minérios (prata, ouro e chumbo) a região sofreu uma intensa exploração de multinacionais Russa, alemã, norte-americanas, espanholas e argentinas ligadas aos setores madeireiros e de mineração.
No final da década de 1940, poucos minerais restavam devido à intensa exploração e não houve mais interesse pela região, este fator foi positivo para garantir a conservação de muitas áreas naturais existentes no local, que possui a maior área de Mata Atlântica contínua do Vale do Itajaí, a quinta maior do estado, além de possuir a maior bacia hídrica do município.
Em 1999 foi criada a ONG Nova Russia Preservada, idealizada pelo empresário Mario Pavesi e fundada por 14 integrantes, com intenção de conscientizar os moradores locais e visitantes, limpar os rios e mata, entre outras ações em prol da preservação e do turismo de natureza,
Atualmente, a comunidade local preserva alguns costumes coloniais, a maioria fabrica pão caseiro, geléias, derivados do leite, cultivam hortaliças, frutas entre outros. Outros se dedicam a jardinagem e aos trabalhos manuais.
Além disso, há na região alguns empreendimentos turísticos, sendo: 3 empresas ligadas ao artesanato, 1 agroindústria, 1 pousada e 5 recantos.

Confira a apresentação da Pousada Rio da Prata Eco